Postagens

Mostrando postagens de Abril 11, 2015
Imagem
❝ Se você procura beleza nas coisas pequenas, 
você encontra poemas. ❞



— Laura Méllo
Imagem
❝ Eu não escrevo bonito.
Bonito, é aquele que enxerga alguma beleza no meu escrito. ❞



— Laura Méllo
Imagem
❝ Eu tenho uma frouxidão na garganta.  Tento segurar a doçura, mas as palavras não deixam.  Não adianta. ❞


— Laura Méllo
Imagem
❝ Das minhas manias, 
a maior delas é dizer obrigada por nada, 
e pedir desculpa sem ter nenhuma culpa. 

Será que sou maluca?❞



— Laura Méllo
Imagem
❝ (...) Tenho 
o mundo nas mãos. 
E ninguém des(confia).
Tenho a prece de noite e de dia.
Ergo-as, e abraço quem está lá no Japão.
É o poder da oração.

Agora diga-me;
tenho, ou não tenho o mundo em minhas mãos?❞



— Laura Méllo
Imagem
❝Se eu posso morrer de amor, quiçá poderei muito mais vive-lo.❞

— Laura Méllo
Imagem
❝E nesse filme chamado VIDA,  se a gente volta um pouco a fita,  a gente começa a entender muita coisa.  Volte de vez em quando. Só não fique por lá.  O passado não é mais o teu lugar.  Volte e regresse ao presente novamente.  O intervalo desse filme não pode durar mais que dois minutos.  Viver é a platéia e ela pode cansar de esperar.  Se ela cansar e decide ir embora, o filme acaba.❞

— Laura Méllo

Imagem
“A gente só consegue ver grandeza nas coisas pequenas,  quando as perdemos de vista.”



— Laura Méllo
Imagem
Eu não quero sair daqui. Mesmo porque, eu não tenho para onde ir. Eu não mereço outro lugar. Sou dona de mim, e mereço cada resposta à meus atos. Sou quieta, sou até apagada, mas não sou nenhuma fracassada. Sou apenas o que a vida fez de mim. O que tentei e tento ainda fazer dela, não cabe à ninguém julgar. É coisa que só compete a mim. É assunto particular. O que já sofri foi muito bem sofrido. O que já aprendi foi bem aprendido. O que já sorri, sorri com gosto. O que chorei, chorei porque deu vontade, não foi de desgosto. Nessa minha história não existe a mocinha e o bandido. Eu tenho e todos têm a sua parcela de culpa e de honra. Fico onde estou porque não sou tonta. Se nada de bom me espera lá fora, por que eu iria querer ir embora? Para ser sincera, eu não quero merecer outro lugar. Sou velha demais para querer andar perambulando por aí. Não sou dali ou de acolá. Sou daqui. Aqui é o meu lugar. O meu lugar sou Eu. Você entendeu?

— Laura Méllo

Imagem
Não critique a minha escrita a ponto de me fazer desistir de escrever.
Porque eu PRECISO escrever. 
Juro que necessito escrever. 
Não me reprima.
Não queira anular o meu lado ousado de mulher que tenta o tempo todo
não estar em conflito com o meu outro lado tímido de menina.
Não amarre os meus dedos, não me puxe pelos cabelos,
não esconda os lápis, os papéis e nem desligue o meu PC.
Por favor, me deixe escrever?! Me deixe crescer!
Permita que eu me alargue, que eu possa desabafar, sonhar, sei lá ...
Não sou uma poetisa, uma escritora, sou apenas uma sonhadora.
Sou alguém cheia de limitações que a todo custo quer e tenta Viver.
Detesto competições. Sou avessa à chamar qualquer tipo de atenção.
Eu tenho o meu mundo, juro que tenho.
E permito que você adentre sempre nele sem pedir permissão.
Basta que você me leia e nele você já está.
Por favor, não entre para bagunçar!
Pois a única coisa organizada dentro dele sou Eu.
Acredite nisso, juro por Deus.
Laura méllo
Imagem
❝ Ontem Gostei tanto de ser Eu  Que hoje Resolvi me repetir  ❞
— Laura Méllo
Imagem
❝ Um recado meu pra você:

Querer
eu Quero.

Meu único receio é de não Poder.❞

— Laura Méllo
Imagem
❝ Estar bem ás vezes é improvisar.  Sou um improviso.❞

— Laura Méllo
Imagem
❝Eu queria saber me despedir de você. 
A mente até que entende e aceita, o coração não.❞

— Laura Méllo
Imagem
❝ Não precisa se preocupar. Eu tô bem. Apenas esqueci de avisar.❞

— Laura Méllo
Imagem
❝ Nunca perca a esperança. Porque nem tudo é pra já.
O que você tanto deseja pode acontecer ainda hoje, pode acontecer amanhã, ou nunca. 
E mesmo que nunca aconteça, você lá na frente entenderá. 
Portanto, sempre vale a pena esperar. 
Mesmo que seja só para entender o porquê de não acontecer. ❞

— Laura Méllo