Postagens

Mostrando postagens de Junho 7, 2014
Imagem
Ela não é comum.
Seu comportamento é marcante.
Não adianta alguém tentar estigmatizar o seu perfil.
Ora é gentil, ora é tão hostil.
Um dia ela adora tomar café, no outro, 
ela diz que o leite é sua bebida predileta. 
Café com leite? Não.
Para essa mistura ela não vê hora certa.
Acho que ela gosta mesmo é de contradizer.
Sua postura diante da vida é serenidade pura.
Dilemas, para ela é literalmente um problema.
Tudo ela gosta de simplificar.
Nada a confunde.
Moça esquisita não é?
Como pode alguém achar tudo simplificado na vida?
Ela sorri dos momentos mais preocupantes.
Se hoje algo a perturba, amanhã será tão irrelevante.
Definitivamente, ela não tem memória de elefante.
Seus traços faciais são marcantes.
Mas não me pergunte se é oriental ou ocidental.
Ela sempre muda a maquiagem,
deixando-a num dia de um jeito, noutro diferente.
Não lhe atrai ser normal.
Será que essa moça é real?
Menina encantada. Troca de rosto nas madrugadas.
Acho que ela é muitas em uma só.
Se veste de dama pras bandas de Sampa,
e usa vest…
Imagem
Fui em frente.
E depois quis voltar.
Não decorei o caminho de casa.
Tive que o reinventar.
Precisei seguir em frente, 
sem saber ao certo para onde ir.
Mas fui adiante.
por caminhos tão distantes.
Tive algumas surpresas não muito boas.
Mas tudo bem. Nenhuma mudança acontece à toa.
Voltei diferente.
Mas como é bom voltar à casa da gente.
Meu Deus, acho que somos como lenhas prontas para ir ao forno.
Porque dói, queima, esmiúça por dentro cada mudança nossa.
Não burlei as regras. Não fui capciosa.
Errando e acertando segui o caminho de flores e espinhos...
Enfim, voltei ao ninho como um passarinho volta ao ser lar.
Transformada, serena e amadurecida.
Mesmo sem ter um par. Mesmo eu ainda sendo tão singular.
Agora já chega. Chega de me aventurar!



[ ────────────── laura méllo ]
Imagem
Um pouco mais, e você já não me encontraria mais aqui.
Fiquei, fiquei não por querer ficar.
Fiquei por ponderar, por ter escutado o coração falar,
por muito, muito te amar ...



[ ────────────── laura méllo ]
Imagem
Nasci no século passado, na década de 70.
Sou de uma época em que o respeito, a educação,
a cordialidade, o amor de verdade estavam em alta.
Daquele tempo tenho muita saudade.
Saudades das brincadeiras de criança, do namoro 
só com a permissão, do segurar na mão, do beijo inocente,
aquele que dá do frio no estômago até o medo na gente.
Saudades de andar na rua livremente,
de dormir com janela aberta, de não ver nunca crianças,
mulheres grávidas e autoridades religiosas
sendo desrespeitadas, sendo até assassinadas.
Saudades do tempo em que bandido tinha medo da polícia,
do tempo em que os alguns governantes se esforçavam
em fazer uma boa política.
Saudades da falta de tecnologia avançada.
Porque sabiam brincar de verdade aquela meninada.
Tinham suas bonecas nas mãos, bola nos pés e para criar
novas brincadeiras, tinham muita imaginação.
Hoje, o brinquedinho de algumas crianças é batom vermelho,
é arma na mão, usam roupas de adultos, veem cenas de sexo em frente a televisão, o lar é desestruturado onde só…
Imagem
Hoje
A tarde chegou bem mais cedo
Minha manhã 
Fechou as cortinas do dia
A noite
Implora-me poesia
Estou indo ao seu encontro
Já preparo o conto
Rabisco versos de amor
Aflora palavras de alento do meu interior
Senta e espera minha amada noite
Pelo poema da tua flor
Que te saúda em meio a dor
Passe rápido minha adorável tarde
Apetece-me recitar à lua
Palavras doces e ternas, a perambular pela rua ...



[ ────────────── laura méllo ]
Imagem
Às vezes penso
que sou um coração à ser transplantado.
E que salvarei a vida de alguém e a minha também!



[ ────────────── laura méllo ]
Imagem
Não menina.
A tristeza nunca foi problema.
Problema, é não ter quem nos tire dela.
E você tem!



[ ────────────── laura méllo ]
Imagem
Tenho um amor do tamanho do mundo.
Não se surpreenda se ele não couber em ti.
Às vezes, ele explode aqui dentro.
Não sei como consigo comportar tamanho sentimento.



[ ────────────── laura méllo ]
Imagem
Vai moço, 
Sonha azul
Sou 
Tua realidade 
Rosa...
Seja meu verso
Serei tua prosa!



[ ────────────── laura méllo ]
Imagem
As palavras 
São apaixonadas pelos meus dedos.
Retribuo.
Escrevo, escrevo, escrevo ...
laura méllo
Imagem
Por que ir à tão longe pra falar do amor de Deus,
se bem pertinho de nós, há quem precise mais?
Não se cale diante dos seus.
Diga que Jesus os ama. 
Que não há amor maior, que o amor de Deus.



[ ────────────── laura méllo ]
Imagem
Não coração!
Isso que sinto, não são borboletas no estômago.
É enjoo da solidão.
laura méllo