Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 25, 2013
Imagem
O que não vivi ... vive  em  mim!
laura méllo
Imagem
Você é uma flor delicadaé digna de ser amadaé o brilho do vaga-lumeé um suave perfumeé a inocência de meninaé da poesia a rimaé o verde da esperança é do compromisso a aliança é a moça do tempoé a brisa do ventoé o encontro do mar com o rioé do desejo o arrepioé da beleza o gracejoé da vida ... o que mais almejo.
laura méllo
Imagem
Hoje,a saudade amanheceu re(vestida) de poesia.Seus passos estão delicados, a sua dor esbanja glamour,seu perfume exala ternura, e suas palavras tem um toque de magia.Hoje,a saudade rima com desejo  de menina.
laura méllo
Imagem
O que cabe dentro da espera,é uma fé enorme, uma tranquilidade ímpar,uma esperança que se renova até o fim dessa espera chegar.Nada pode te inquietar, te esmorecer, te deixar abater.Na espera cabe Deus, o amor e você.
laura méllo
Imagem
Seu sorriso
mais parece braços...
que te abraça, te enlaça e te faz ficar.

Laura M éllo
Imagem
Vai, abre tuas mãos.
Arruma baldes, bacias e panelas.
Vai, enche a piscina menina.
Enche-a, até transbordar.
Vai logo, te apressas... 
que o amor vai começar a pingar!

Laura M éllo
Imagem
... porque a gente nunca enxerga o fim,
quando a gente deseja que pra sempre seja.

Laura M éllo
Imagem
Apague toda mágoa 
que porventura em seu coração mora.
E jogue a caneta da mágoa fora.
Vamos lá ... pegue a caneta do amor
e re(escreva) a sua história. Sem dor ou rancor.

Laura M éllo
Imagem
Hoje
fui chuva
molhei o jardim
a casa
o travesseiro
e o lençol
tudo virou rio...
tu, virou peixe
e eu, virei anzol.

Laura M éllo

25 de Dezembro

Imagem
A casa está cheia.
O momento é festivo.
Há brincadeiras e risos.
Há parentes e amigos aqui comigo.
Mas há um vazio, 
que ninguém consegue preencher
...é essa falta absurda que sinto de você!

Por que será que a saudade existe?
Se geralmente ela nos deixa tão tristes ...

Laura M éllo
Imagem
Eu acredito no amor como tábua de salvação.
Como um único meio de nos sentirmos inteiros.
Como algo imprescindível para o nosso crescimento
emocional e espiritual.
Creio que o amor em sua infinita paciência
sempre nos orienta pelo qual o caminho certo a seguir,
qual a maneira certa de nos expressarmos e de agirmos.
Penso, que sempre erramos
quando não damos ouvidos à voz do amor.
Falar de amor, defini-lo não é difícil.
Difícil mesmo é conduzi-lo.
Não que ele seja complicado.
Nós é que muitas vezes o conduzimos errado.
O amor é tão simples!
Se magoamos alguém, nos arrependemos,
pedimos perdão e fica tudo bem.
Se alguém nos magoa,
nós o perdoamos e fica tudo numa boa.
E nenhum erro se repete,
quando os outros permite que a gente acerte.
Então pra quê complicar o ato de amar?!

Laura M éllo