Postagens

Mostrando postagens de Setembro 7, 2015
Imagem
(minha imagem) Acaba
Quando a gente
Já não vê graça em nada ...



#lauraméllo
Imagem
coração frágil quando precisa ser forte, 
bate, bate, bate ...
é o que o seu precisa fazer,

só bater!

√ Laura Méllo
Imagem
Às vezes, eu nem me olho no espelho.  Me leio.
Laura Méllo

Imagem
(Eu e minha sobrinha, Iasmim)
Não há enganos no amor. Muito pelo contrário. Há certezas demais para que eu possa duvidar.
Laura Méllo
Imagem
Tem gente que insiste em ficar onde sua alma já foi embora há muito tempo.

√ Laura Méllo


Imagem
É que às vezes bate um desespero na gente sabe!
Eu sei que Deus não nos dá uma carga maior do que possamos suportar.
Mas é que todo peso leve não dói, até que ele venha a pesar.
E a dor, a gente sabe direitinho como é. Ela machuca, nos desanima, tira aquele sorriso gostoso do nosso rosto, nos dá até um certo desgosto.
Ainda bem que chega uma hora em que ela passa, e se não passa, pelo menos diminui a sua intensidade.
Tem coisas na vida que a gente tem que aprender a conviver.
Conviver com a felicidade, saúde plena, harmonia, fartura na mesa e estabilidade financeira, é molezinha demais.
Porém, com a dureza que a vida às vezes nos impõe, é que dói.
Mas como toda flor que nasce em meio aos espinhos, assim somos nós; livres ou engaiolados, somos como pássaros sedentos por descansar em nossos ninhos.
Não importa se podemos dar um voo alto ou não, mesmo que como pássaros tenhamos que caminhar pelo chão, o que interessa é que de tudo tiramos uma lição.
Voltando a flor, quando fechamos nossos olhos pa…
Imagem
(minha imagem)
Lembrei que sou esquecível. 
Porque essa sucessão de faltas pela minha procura, é o bastante para que eu possa lembrar disso.
Sim, eu sou esquecível!
laura méllo
Imagem
A gente, na correria do dia a dia, desaprende tanta coisa.
Mas ainda bem que existe sempre um outro dia, para que possamos reaprender.

√ Laura Méllo
Imagem
Doía-me ter alguém, doía-me estar só.
Doía-me a solidão acompanhada.
Doí-me amar, ser e não ser amada.

É visceral a dor sob todos os ângulos.

.

√ Laura Méllo
Imagem
Como alguém que nasceu para sonhar
( eu vi ... )

Vi
num 
sonho azul
um
pássaro nu
despido de tudo
que pudesse lhe travar.

O vi, voar ...

Solto nos campos
entre
um céu e outro
cantava
enquanto voava
rumo
ao mar ...

Descrevi
numa tábua
seu voo sem mácula.

... e tive
a percepção
que a feli(z)cidade
pode está na liberdade
dos sonhos e em nossas mãos.

√ Laura Méllo