domingo, 12 de janeiro de 2014


Conheço tanta gente,
que por uma razão ou por outra,
vez ou outra desconheço ...

Acho que no fim,
nunca conheço de verdade ninguém,
todos são desconhecidos pra mim.

Isso não é balela.
Porque vire e mexe,
a gente mesmo não se re(conhece).

Laura M éllo



Se apegar demais nunca foi uma boa ideia.
Pelo menos pra mim ...

Laura M éllo

Acaso resistirei a tua partida?
Será teu sobrenome (despedida)?
Serei eu uma eterna espera?
Serás tu a razão dela?
Se fores, quando voltarás?
Se voltares, me dirás?
Se era pra partir, por que chegastes?
Não vês o quanto me completastes?
O que será de mim, sem minha outra metade?

Quantos questionamentos,
para um turbilhão de sentimentos...
Sossega meu coração,
e diz que não vai ... diz: - não vou não!

Laura M éllo


Como faço pra você saber,
que tudo em mim soletra teu nome?
Tudo em mim pede que fiques, que não me abandones ...

A pele grita, a alma se agita e todo o resto diz: fica!

Laura M éllo

Os bichos noturnos não me entendem.
Cantam os sapos, os grilos, as corujas,
e vaga-lumes encandeiam meus olhos.
Eles não compreendem 
que as minhas noites pedem silêncio e breu.
Como faço para estar em sintonia
com a natureza, meu Deus !?

Mas isso, é estória já ultra(passada).
Pois estava eu numa noite bastante contrariada,
sentei na varanda e chamei a bicharada.
Tive com eles uma conversa calma e civilizada.
Civilizada sim ...

Pois ao contrário do que acontece entre os homens,
todos me entenderam e deram uma trégua pra mim.
Passei noites em pleno descanso de pensamentos.
Porque desde então houve silêncio e escuridão
para fazer acalmar a inquietude do meu coração.

Quando as minhas noites voltaram a ser agitadas,
eu já estava refeita, pronta para dormir ao som da noite.
Como agradecimento,
dei aos meus adoráveis amigos uma linda serenata.

Às vezes, tudo que precisamos é de entendimento,
de harmonia com a vida, com os que nos rodeiam
e com os nossos sentimentos...

Laura M éllo


Vejo grandeza e beleza nas coisas simples.
E não guardo esse segredo só pra mim.
Viajar, ir à Paris ou Itália pra quê?
Se há tantas maravilhas em nosso quintal pra gente vê!
A mãe natureza sempre irá surpreender você.

Laura M éllo

Esperava o amor.
E ele esteve o tempo todo aqui,
esperando por mim.
Esperando que eu o olhasse, 
acenasse e dissesse: me abrace!

O amor de tão paciente,
esteve o tempo todo na minha espera, sempre!
Porque na verdade enquanto o procuramos,
o amor nos espera dentro da gente...

Laura M éllo


Se eu morrer sem ter vivido o verdadeiro amor,
ninguém jamais poderá me acusar de não ter o procurado,
e nem tampouco de não ter por ele esperado.

laura méllo


Total felicidade...
é uma eterna busca, não é verdade?

laura méllo

Só temos o que tem de ser nosso.
Mas tenho sede, tenho tanto querer pelo que me foi negado.
Fico a ponto de não me perdoar por isso.

laura méllo

Vejo
Ouço
Sinto
Cheiro 
Degusto 
Toco
Perco
Procuro
Acho
Abraço
Beijo
Rio
Choro
Durmo
Acordo
Amo
Re(amo)
Sou dela
Ela é minha
Con(vivo) com ela todos os dias.
Tenho um caso de amor com a poesia.

Laura M éllo


Num dia propício à tudo acontecer, aconteceu você!

Laura M éllo