quinta-feira, 4 de abril de 2013


Felizes os que dormem com a consciência tranquila.
Porque nada como um dia bem vivido, 
com a consciência limpa do dever cumprido.
Dever de fazer o bem, de ser O bem. Não fazendo mal à ninguém.

Laura Méllo


Talvez sim, talvez não.
Talvez fale, talvez me cale.
Talvez vá, talvez fique.
Talvez certo, talvez errado.
Talvez ame, talvez amado.
Talvez choro, talvez riso.
Talvez é a palavra-chave do indeciso.

Laura Méllo




Às vezes é preciso haver dor.
Pra depois, o sorriso ficar mais bonito.

Laura  Méllo


Reserva um tantinho de você pra mim?!
O tempo voa e sem você, me sinto atoa.

Laura  Méllo


Se nos sentimos muito soltos, 
é sinal que ninguém se preocupa conosco.


Laura  Méllo


Perdas,
são dores que a vida não polpa ninguém.
Amizade,
é o alívio para a dor que a vida só dá, à quem um amigo verdadeiro tem...

Laura   Méllo




O amor não mostra o caminho, ele é (O) caminho.

Laura  Méllo




...e depois de passar por dias difíceis, eu só queria dias tranquilamente iguais.

Laura  Méllo


As palavras são o mar em busca de água doce.
A poesia é a doçura do encontro do rio-doce-mar.

Laura Méllo




Guarda assim não. 
Uma caixinha não é o lugar de um coração.

Laura  Méllo


Entre dizer que ama e amar de verdade, há uma longa distância.
Sábios e felizes os que conseguem percorre-la.

Laura  Méllo




Vontade de estar perto. Vontade de fazer tudo certo.
Vontade de ser só coração, somado a mais um, ser paixão.
Vontade de ser um só, junto com o outro.
Vontade de tudo isso e mais um pouco.❞

Laura  Méllo