antigamente eu não sabia o que fazer.
hoje sei, mas confesso que às vezes seria bem melhor se eu não soubesse, 
como antigamente.
__________________
•☛ Laura Méllo / © Charlene Tarazona

Comentários

Nanda Olliveh disse…
... sempre poeticamente profunda Laurinha!

Postagens mais visitadas deste blog